X

Uma doação perpétua para a humanidade.

Dois mil e novecentos hectares de mata virgem isolados da ação predatória do homem estão sendo mantidos em estado de preservação há 12 anos pelo Grupo Villas Boas. Transformado em Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), o Pontal do Jaburu é uma das maiores reservas naturais do Estado de Goiás. A área está localizada em um pontão de terra formado pela confluência de dois maravilhosos rios, o Araguaia e um de seus afluentes, o Rio Crixás.

A Reserva é composta por uma vegetação típica de ambientes inundáveis e de várzea, com dezenas de lagos que se constituem num verdadeiro berçário de manutenção da biodiversidade regional. Onças pintadas, pirarucus, tucanos, jaburus e centena de outras espécies de animais e plantas são mantidos totalmente preservados.

A RPPN Pontal do Jaburu está localizada no Bioma Cerrado, dentro dos limites da Área de Proteção Ambiental Federal (APA) Meandros do Araguaia, que compõem o corredor ecológico Bananal / Araguaia. Este Bioma apresenta grande diversidade de Fauna e Flora, sendo também um dos mais ameaçados pela ação humana principamente pela agropecuária e cultivo de grãos.

Rica fauna

Ao longo da Reserva, encontram-se atributos naturais de grande relevância ecológica, como a rica e diversificada fauna aquática (espécies ameaçadas de extinção como o pirarucu), fauna terrestre (espécies protegidas como a onça pintada), alem de centenas de espécies de aves (guaxo, mutum cigano, jaburu), representando algumas espécies típicas do bioma cerrado.

Rio Araguaia

Um dos principais e mais belos rios brasileiros, nasce nos altiplanos que dividem os estados de Goiás com Mato Grosso do Sul, no Parque Nacional das Emas. Uma centena de quilômetros abaixo começa a dividir cidades - do lado direito, Santa Rita do Araguaia (foto), do lado esquerdo, Alto Araguaia. Faz o mesmo depois em Aragarças (GO) e Barra do Garças (MT).
Sua área mais conhecida, onde recebe cerca de 70 mil pessoas por temporada, está na região de Aruanã (acessada a partir da cidade de Goiás), com centenas de quilômetros de praias formadas por areia branca nos meses da seca (de junho a outubro). Já no estado do Tocantins forma a maior ilha fluvial do mundo (Bananal), encontrando-se mais ao norte com o seu rio-irmão (Tocantins). Ambos delimitam parte das divisas leste e oeste dos estados de Goiás e Tocantins.

 

 

Rio Crixás

O Rio Crixá-Açu (Crixá Grande) nasce perto da Belém Brasília, no divisor de aguas com o rio Tocantins, nas encostas das serras de Nova América (GO). O nome vem da nação indígena que habitava a região da antiga capital de Goiás. O Crixás vai recebendo afluentes como o rio dos Peixes, o rio dos Bois e o Crixá-Mirim (Pequeno), antes de formar um longo combinado com o Araguaia, onde deságua entre Bandeirantes(GO) e Luis Alves(GO). É tão importante na história da região que deu nome ao município onde nasce (Crixás) e ao que contém sua foz (Nova Crixás). A foz do Crixás com o rio Araguaia é uma área selvagem de rara beleza, numa barra hoje transformada em reserva particular do patrimônio natural (RPPN do Jaburu) de grande extensão.

mapa da reservaReserva Ecológica Pontal do Jaburu | Patrocinada por Clínica Villas Boas

Contato